• Apipa

Plantas tóxicas e insetos: perigos da primavera para os pets

Tutores precisam estar atentos a certos perigos que a primavera traz para os pets. Além de flores e plantas tóxicas, o pólen, a poluição e os insetos são os grandes vilões da estação para a saúde dos animais.

Primavera é a estação do reflorescimento da flora terrestre, que se manifesta em profusão de cores e aromas, aumentando a curiosidade dos bichos. Sendo ou não tóxicas, as flores contém o pólen, que também pode trazer reações alérgicas. (Foto: Shutterstock)

A primavera chegou trazendo com consigo o nascer das flores, que colorem ruas e jardins e embelezam os espaços. Para quem tem cães ou gatos, porém, é um momento de redobrar os cuidados. Isso porque algumas espécies de plantas e flores possuem substâncias tóxicas que podem colocar os animais de estimação em risco. O contato pode acontecer por curiosidade dos bichos, que interagem com as plantas e, às vezes, até mesmo as ingerem. Além das plantas, insetos também podem trazer desconforto ao amigo peludo. A Primavera Austral (Hemisfério Sul) tem início em 23 de setembro e vai até 21 de dezembro, quando se inicia o verão.


A médica veterinária Tessia Cagnoni fala sobre os perigos da primavera para os pets, dando ênfase aos riscos oferecidos pelas flores venenosas. “Se ingeridas, pode levar o paciente ao óbito por serem extremamente tóxicas”, afirma.


Confira alguns exemplos de plantas tóxicas, perigosas à saúde dos pets:

  • Azálea;

  • Hera;

  • Hortênsia;

  • Antúrio;

  • Mamona;

  • Copo de leite;

  • Espada de São Jorge;

  • Bico de papagaio;

  • Comigo-ninguém-pode;

  • Coroa-de-cristo;

  • Costela-de-Adão;

  • Crisântemo;

  • Lírio;

  • Beladona;

  • Mandioca brava;

  • Orelha de elefante;

  • Adubo “torta de mamona”.


Plantas que oferecem riscos à saúde dos pets. (Imagens: Divulgação / PremieRpet)

Assine PETIÇÃO apoiando Projeto de Lei que prevê 'educação em defesa dos animais'


“Com o aparecimento das flores, surgem outros problemas: a infestação de insetos, como as abelhas, formigas, lagartas e aranhas, além de sapos, que são venenosos”, lembra Tessia. Além das flores, a médica veterinária explica que adubos e pesticidas também podem apresentar grandes riscos à saúde dos cães e gatos. Segundo ela, os pets podem ter graves riscos de intoxicação, e os felinos principalmente são mais suscetíveis a doenças pulmonares.


O pólen, que consequentemente aumenta com o desabrochar das flores, é causador de diversos tipos de alergia, e também se dispersa mais facilmente na primavera. “Ele traz desde manifestações respiratórias até as dermatológicas”, explica Tessia. "Para completar, o uso ampliado de inseticidas faz com que surjam as alergias respiratórias, que, quando associadas à baixa umidade, favorecem as infecções oportunistas", complementa.


CUIDADO: algumas plantas tóxicas para gatos podem ser comuns na sua casa. (Foto: Freepik)

Nessa época do ano a população de pulgas, pernilongos e carrapatos também aumenta. “Eles são responsáveis pela transmissão de várias doenças graves e letais, quando não diagnosticadas e tratadas a tempo”, ressalta.


Para manter seu pet saudável durante a primavera, é simples: basta seguir as dicas que Tessia passou abaixo.

  • Ofereça água e alimentos sempre frescos e renovados;

  • Controle os insetos e parasitas;

  • Mantenha os animais em ambientes frescos, arejados, sem de uso de desinfetantes concentrados e perfumados;

  • Não frequente espaços com vegetação que tenha mais de 10 cm de altura;

  • Não deixe plantas tóxicas ao alcance dos pets.


Festas: perigo de intoxicação alimentar para animais


Em caso de ingestão de plantas tóxicas, procure o médico veterinário, o mais rápido possível, para evitar que o pet sofra consequências graves.


Os possíveis problemas com a ingestão são salivação excessiva, dor, edema, dificuldade de deglutição, vômitos, diarreias e perda de apetite. Em qualquer um dos casos, a recomendação é que o animal receba atendimento médico.


O médico veterinário Flavio Silva aconselha a manter as plantas em lugares altos e inacessíveis – como em cima de móveis ou penduradas em suportes. Gatos, que costumam ser escaladores, precisam de atenção extra.


Uma rotina e um ambiente saudável aos pets podem ajudar a evitar a intoxicação por ingestão de plantas ou flores. “Essas atividades diminuem o tédio e o estresse dos bichos, direcionando a atenção deles para brinquedos adequados”, explica Silva.


Guarda Responsável de Animais: assumindo uma vida


APIPA registra aumento de 50% nas adoções de animais durante quarentena


Ajude a APIPA quitar dívidas pendentes em clínica veterinária


Como ajudar a APIPA


Existem diversas formas com as quais o amigo pode participar para contribuir com o trabalho assistencial da APIPA. Um modo bem simples e rápido de ajudar é fazer as doações em dinheiro por meio de transferência/depósito bancário (contas abaixo). O amigo também pode fazer doações (online) por meio do PagSeguro. Lembrando que a nossa associação sobrevive unicamente de doações. Não deixe de oferecer a sua solidariedade em prol do bem-estar dos nossos bichinhos carentes. Ajude-nos!


Ajude! APIPA pede que as doações continuem durante pandemia


Pandemia: APIPA sofre com redução de 70% nas DOAÇÕES ao abrigo


Faça a sua doação de ração para cães e gatos:

Ajude! Falta ração para alimentar mais de 300 animais famintos


CONTAS BANCÁRIAS DA APIPA (doações)


CNPJ: 10.216.609/0001-56

  • Banco do Brasil Ag: 3507-6 / CC: 57615-8

  • Caixa Econômica Federal Ag: 0855 / Op: 013 / CP: 83090-0

  • Banco Santander Ag: 4326 / CC: 13000087-4


Abandono de animais aumenta e APIPA pede ajuda em Teresina


AJUDE os animais carentes do abrigo da APIPA


Com informações do Canal Pet e Metro Jornal

APIPA® - ASSOCIAÇÃO PIAUIENSE DE PROTEÇÃO E AMOR AOS ANIMAIS

CNPJ: 10.216.609/0001-56

BANCO DO BRASIL
Ag: 3507-6 / CC: 57615-8

CAIXA ECONÔMICA FEDERAL
Ag: 0855 / Op: 013 / CP: 83090-0

BANCO SANTANDER
Ag: 4326 / CC: 13000087-4

  • White Facebook Icon
  • White Instagram Icon
  • White YouTube Icon

contato.apipa@gmail.com

Rua Trinta e Oito, 1041 - Loteamento Vila Uruguai - Bairro Uruguai (6 quadras após a UNINOVAFAPI)

Teresina, PI - CEP 64073-167

COPYRIGHT © 2018

Site criado pela Pix Marketing Digital

  • Black Facebook Icon
  • Black Instagram Icon
  • Black YouTube Icon